domingo , julho 22 2018
Home / NO MUNDO ROCK / Iron Maiden, 41 anos de carreira, 42 mil pessoas, 11º vez no Brasil, eu estava lá!

Iron Maiden, 41 anos de carreira, 42 mil pessoas, 11º vez no Brasil, eu estava lá!

A sensação de fazer parte de uma legião de fãs que gritava em coro estridente “Olê, olê, olê, olê! Maiden, Maiden!” me faz acreditar a cada instante em momentos únicos e inexplicáveis.

De repente as luzes se apagaram e um vídeo do Ed Force One, ( avião da banda ), pilotado pelo vocalista Bruce Dickinson, caindo em uma selva, levou o público ao delírio, e pronto eles estavam ali em um cenário com tochas, pirâmides e fumaça abrindo o show com uma música do último álbum da banda: If Eternity Should Fail.

“Scream for me São Paulo”, (Grite pra mim São Paulo) era o que o Bruce Dickinson dizia para a multidão, pulando e gritando em uma performance incrível.
iron-maiden-scream- for- me-sao-paulo
Também fez algumas declarações, antes de “ The Book of Souls”, música que dentre elas será que temos algo em comum com nossa política? O vocalista britânico fazia referência aos muitos conflitos que existem hoje, basta assistir aos noticiários e que pouco importa se uma questão é religiosa ou de governo, são pessoas que estão morrendo e que a canção que estaria por vir era fruto de uma conclusão baseada nos impérios do passado:

“Não importa o quão grande sejam os impérios, eles vão surgir, crescer e vão sempre cair”

Logo após, veio “Hallowed Be Thy Name” (Santificado seja o vosso nome), canção que faz menção a uma pessoa que está a poucos minutos de ser enforcada, a qual Bruce cantou com uma corda no pescoço e no final deferia com essa corda violentos golpes nos pratos da bateria de Nicko.iron-maiden-fear- of the-dark

E pra marcar a turnê com a 11ª canção, “Fear of the Dark” aquela
clássica que sempre vai deixar sua marca, contou com os três guitarristas destilando habilidades no instrumento e o público  acompanhando a letra na ponta da língua. Impossível não se emocionar.

 

O clássico single “Wasted Years” encerrou o coro dos fãs.

Pois é galera, essa lenda-viva do metal fez um show completo e corajoso. Tivemos no cardápio os novos e os clássicos, poucas bandas nesse mundo podem fazer um show deste, vamos aos números:

– Oito álbuns estiveram presentes nesta noite, desde “Iron Maiden” (1980) até “The Book of Souls” (2015), passando por esse setlist incrível e fantástico, vejam abaixo:

  1. If Eternity Should Fail – (The Book of Souls – 2015)
  2. Speed of Light – (The Book of Souls – 2015)
  3. Children of the Damned – (The Number of the Beast – 1982)
  4. Tears of a Clown – (The Book of Souls – 2015)
  5. The Red and the Black – (The Book of Souls – 2015)
  6. The Trooper – (Piece of Mind – 1983)
  7. Powerslave – (Powerslave – 1984)
  8. Death or Glory – (The Book of Souls – 2015)
  9. The Book of Souls – (The Book of Souls – 2015)
  10. Hallowed Be Thy Name – (The Number of the Beast – 1982)
  11. Fear of the Dark – (Fear of the Dark – 1992)
  12. Iron Maiden – (Iron Maiden – 1980)
  13. The Number of the Beast – (The Number of the Beast – 1982)
  14. Blood Brothers – (Brave New World – 2000)
  15. Wasted Years – (Somewhere in Time – 1986)

About Jaci de Jesus

Pisciana nata, que acredita fielmente em um mundo melhor. Estudou Administração e Ciências Contábeis. Gosta de curtir a vida de forma simples e apreciar cada instante que lhe é permitido viver. Levando sempre no peito a gratidão por todos que se fazem presentes em sua vida.

Check Also

O Rock no Guinness Book: Os maiores shows de rock de todos os tempos

Engana-se quem acha que o livro dos recordes está recheado apenas de bizarrices megalomaníacas pelo …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *